• 20 de abril de 2024

Obras de asfaltamento da ERS-591 são aprovadas

 Obras de asfaltamento da ERS-591 são aprovadas

As obras para implantação e pavimentação asfáltica da rodovia ERS-591, trecho que liga o distrito de Castelinho, de Frederico Westphalen, a Ametista do Sul, foram aprovadas no dia 20 de abril, pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem do Rio Grande do Sul (Daer-RS) e pelo Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Rio Grande do Sul S.A (Procergs). O projeto de asfaltamento foi elaborado pela equipe do curso de Engenharia Civil da URI, Câmpus de Frederico Westphalen, com apoio das prefeituras dos municípios diretamente envolvidos.

Elaboração do projeto

O projeto foi iniciado em 2018, quando a universidade e as prefeituras de Ametista do Sul e Frederico Westphalen firmaram parceria com o Daer-RS. Em 12 de julho daquele ano, a URI/FW recebeu das prefeituras, o projeto topográfico de pavimentação do trecho, a partir do qual foi elaborado o Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) – primeira parte do processo que permitiu a segunda fase, de levantamento geotécnico, topografia e serviços complementares, promovidos por serviços contratados pelas prefeituras.

No ano seguinte, uma reunião entre direção da URI, coordenação do curso de Engenharia Civil e prefeitos marcou a apresentação dos Estudos de Traçados Geométricos, em 23 de abril. Ainda em 2019, em 12 de setembro, a universidade promoveu, em parceria com o Daer-RS, o Seminário de Infraestrutura e Projetos Rodoviários, durante o qual foram entregues os projetos desenvolvidos pelos professores e alunos de Civil.

Durante o desenvolvimento da proposta, também foram realizadas diversas viagens de representantes da URI ao Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem em Porto Alegre, bem como a visita do diretor do Departamento, Luciano Faustino, à universidade. Em 2020, durante a pandemia, o EVTEA foi finalizado e entregue.

A entrega do documento final, Projeto de Pavimentação da ERS-591, no qual constam o Projeto Básico (elaborado pela URI e fundamental para elaboração dos projetos complementares) e Executivo (desenvolvido por terceiros, contratados pelas prefeituras e pelo Daer-RS), foi feita em 17 de março de 2022, durante a Expopedras, em Ametista do Sul. Na oportunidade, o professor do curso de Engenharia Civil e um dos principais responsáveis pelo desenvolvimento do levantamento de dados, William Cadore, esteve presente para a concessão do documento à comunidade e a representantes do Daer-RS.

Na URI, os responsáveis pela elaboração do planejamento, além de Cadore, foram o professor de Engenharia Civil, Jean Ricardo Favaretto, e seis estudantes que atuaram como estagiários nas prefeituras. O valor do projeto desenvolvido pela universidade é estimado entre R$ 300 e 400 mil. Entretanto, a instituição compreende seu papel de promover ações e auxiliar a comunidade e os municípios da região, devido ao seu caráter comunitário e, portanto, se dispôs a produzi-lo sem custos.

Aprovação das obras

A assinatura de contratação de empresa para as obras de implantação e pavimentação da ERS-591 foi realizada no dia 20 de abril, pelo diretor da Procergs, José Antonio Costa Leal, prevendo o período de um ano para execução do serviço. O asfaltamento do trecho melhorará a trafegabilidade entre os dois municípios e aproximará a comunidade regional. 

O professor Cadore comenta que contribuir para a transformação da sociedade pelos produtos gerados foi um dos motivos pelos quais decidiu cursar Engenharia Civil. “Agradeço a URI pela oportunidade de fazer parte da equipe que elaborou o projeto que deu base para os demais projetos para, agora, podermos acompanhar a autorização para início dos serviços de pavimentação que vão proporcionar desenvolvimento para a nossa região. Tem um significado maior ainda quando esse trabalho, produzido pela URI e principalmente por estudantes, não teve custo para a comunidade”, destaca. 

Os representantes dos Poderes Executivos também mencionam a satisfação de conseguir mais este passo importante para a realização da obra. Segundo o prefeito de Frederico Westphalen, Jo asfaltamento de mais uma parte da ERS-591 é extremamente importante para toda a região. “É uma demanda antiga e sempre estivemos em busca de recursos, viajando e debatendo esta pauta com as lideranças estaduais, pois sabemos da necessidade da obra para fortalecermos o turismo regional, escoamento da produção e, claro, para melhor trafegabilidade de todos. Me sinto extremamente feliz por saber que este projeto, pelo qual tanto lutamos por apoio, será concretizado”, afirma.

O gestor também enaltece o apoio da universidade para que mais esta etapa fosse efetivada.

– A URI tem papel fundamental em todo esse processo, assim como auxilia em diversas ações e projetos do nosso município e região. A universidade, sem dúvidas, desenvolveu muito bem seu papel comunitário quando realizou um estudo completo e elaborou o projeto de asfaltamento do trecho. Sabemos da competência de toda a equipe técnica da URI, já que realizou um excelente projeto, dentro de todas as diretrizes estabelecidas pelo Daer – acrescenta.

Da mesma forma, o prefeito de Ametista do Sul, Jadir José Kovaleski, também destaca o trabalho da universidade na elaboração do projeto. “Esta conquista é êxito do trabalho das entidades envolvidas, que não mediram esforços para, cada uma, fazer sua parte. A URI, por meio do curso de Engenharia Civil, foi de grande importância na concretização deste projeto, contribuindo para estarmos, neste momento, a poucos meses do início das obras. É um trabalho expressivo, de muitos anos, que vem sendo trabalhado desde gestões anteriores e que agora estamos dando continuidade. A comunidade está muito feliz com a notícia da assinatura do contrato. Parabenizo a URI e todas as pessoas que se empenharam, bem como a Secretaria de Transportes do Estado e as administrações atuais e anteriores de ambos os municípios”, complementa Kovaleski.

O ex-prefeito de Ametista do Sul, Gilmar da Silva, cuja gestão estava em vigor durante os anos iniciais da elaboração do projeto, frisa que a pavimentação da ERS-591 representa o engrandecimento e o desenvolvimento regional, pois se tornará uma travessia mais facilitada de acesso a outros Estados, como SC e PR, via Ametista do Sul, antes não realizada devido à falta de asfaltamento. “Desta forma, serão melhoradas as possibilidades de investimentos da parte de empresários com interesse na região, também contribuindo com o encurtamento de trajetos de veículos a centros regionais de saúde”, justifica.

– Esta obra é um sonho de 20, 30 anos, que agora será realizada. Certamente trará grande melhoria regional, tanto na possibilidade de novos investimentos da parte do setor empresarial, quanto para qualidade de vida e autoestima da população da região, principalmente de muitas famílias que moram às margens desta rodovia e sofrem com a poeira. É importante valorizar as pessoas que, desde o princípio, ajudaram neste processo: a URI, por meio dos professores William e Jean, a então diretora geral, Silvia Canan, e os alunos que se dedicaram até mesmo durante finais de semana. Destaco, também, o diretor do Daer-RS, Luciano Faustino, o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella, e o governador do Estado, que teve este olhar diferenciado e concedeu, através de sua assinatura, este aporte financeiro para que esta obra pudesse acontecer – finaliza Silva.

RS Norte

Noticias Relacionadas