• 20 de abril de 2024

Evans Melo (PL) aponta a necessidade de mudança em Frederico Westphalen  e pode concorrer a vereador ou a prefeito

 Evans Melo (PL) aponta a necessidade de mudança em Frederico Westphalen  e pode concorrer a vereador ou a prefeito

Correligionários do Partido Liberal (PL) de Frederico Westphalen participaram na noite de quarta-feira, 20, do evento que o advogado Evans Mello colocou seu nome à disposição do partido para concorrer a prefeito pela sigla nas eleições de outubro deste ano.

O presidente do PL de Frederico Westphalen, Tiago Arnhold Luza esteve presente, bem como outros filiados e simpatizantes do PL.

Na oportunidade, Mello, advogado, é filho do ex-vereador Daniel Xavier de Mello, apresentou um programa como 22 projetos, ideias e ações que estão baseando este início de diálogo com a comunidade local.

Ele fez ampla explanação e colocou-se à disposição para concorrer a vereador e até a prefeito de Frederico Westphalen na eleição do próximo mês de outro.

Evans Melo e o jovem Rafael Davila, também filiado ao Partido Liberal, expuseram situações que estão ocorrendo na cidade e ainda trouxeram ideias e ações para soluções, além de colocarem seus nomes a disposição do Partido Liberal para as eleições 2024.

Evans Melo apresentou um painel com 22 ideias, projetos e programas que viáveis para a cidade, demonstrando que há medidas viáveis e exequíveis para solução de muitos problemas e atração de recursos e potencialização do desenvolvimento da cidade.

Propostas

Dentre as principais ideias expostas está a criação de um Departamento de Demandas Sociais; a criação de um Orçamento Comunitário, um programa de atração de investimentos, denominado INVET EM FREDERICO; o PROGRAMA SAÚDE A.M.P.L.A.; o programa EDUCAÇÃO CIDADÃ; o PROGRAMA INVESTIR; o PROJETO DESLOCAR, o PROGRAM COORPERA FREDERICO, entre outros descritos no link abaixo.

Segundo Melo, a mudança para Frederico Westphalen passa pelo diálogo e pela tecnificação do serviço público, abrindo as portas da Administração Pública para as demandas sociais reais e imediatas, além de criação de um planejamento estratégico de curto, médio e largo período, fazendo uma reestruturação na educação e chamando a sociedade civil, empresarial, trabalhadora, educacional e científica para o centro das decisões, tornando Frederico e Região uma potência econômica que possui pratica a interlocução e atua estrategicamente, mas sobretudo age com técnica, informação e planejamento.

Ainda afirmou “Não basta fazer megaeventos e não solucionar as demandas da sociedade, os eventos devem ser consequência de uma sociedade feliz e próspera e não uma forma de maquiar os problemas sociais e estruturais do município. Há que se pensar antes na população, pois estamos vendo uma grande epidemia de dengue e situações graves que atingem diariamente nossos munícipes, o que poderia ser evitado ou minimizado com ações concretas e pontuais, mas ditos problemas foram potencializados pela omissão, falta de planejamento ou despreparo, o que tornou o tralho da administração muito mais custoso e difícil.”

Ele pontou que administrar é um ato de construir com diálogo e planejamento, sendo imprescindível a interlocução com todos os extratos sociais, com o setor produtivo, setor empresarial, mas sobretudo o setor técnico, tais como universidades, institutos técnicos entre outros.  Não há espaço no desenvolvimento para o sectarismo, pois o estreitamento de ideias por questões políticas ou pessoais compromete a coletividade e fere os princípios da moralidade, impessoalidade e legalidade.

“Devemos ser proativos e agregadores para construirmos”, conclui.

https://drive.google.com/file/d/1nRMXA6VAFiHNXA30uTTTNBaR27GbFW3a/view

RS Norte

Noticias Relacionadas