• 18 de maio de 2024

Dois Irmãos das Missões obtém a segunda melhor nota do Estado no Índice Municipal da Educação

 Dois Irmãos das Missões obtém a segunda melhor nota do Estado no Índice Municipal da Educação

O governo do Estado divulgou no dia 5 deste mês de setembro, o resultado do Índice Municipal da Educação do RS (Imers), considerado essencial para colocar em prática a proposta de incluir a educação como critério para a distribuição do ICMS. O resultado destaca o município de Dois Irmãos das Missões que obteve o segundo melhor resultado no estado do Rio Grande do Sul com a avaliação de 80,79, atrás apenas de Vespasiano Corrêa.

A Administração Municipal de Dois Irmãos das Missões avalia como positivo, visto os investimentos feitos na área da educação.  Destaca-se o trabalho pedagógico de qualidade desenvolvida no cotidiano das escolas, pelos professores, direção e coordenação pedagógica. “Isso é fruto, também, do investimento do município na formação continuada de professores, valorização do magistério – piso salarial, hora atividade e disponibilidade de material didático”, afirma o prefeito Mauro Fortes de Quadros.

Conquista

A conquista é fruto do trabalho efetivo da Secretaria Municipal de Educação. O resultado é referente as avaliações de Português e Matemática aplicadas nas turmas de 2°, 5°e 9° ano do Ensino Fundamental da Rede Municipal de Ensino, em outubro de 2022.

Essa avaliação foi instituída pelo Decreto Estadual n* 56.679/2022, com objetivo de diagnosticar o desempenho dos estudantes e a partir dos resultados estabelecer o Imers para compor o indicador da Participação no Rateio da Cota-Parte da Educação – PRE, o qual significa valores que município estará recebendo.

O marcador– construído a partir da aplicação das provas do Sistema de Avaliação do Rendimento Escolar do Rio Grande do Sul (Saers) nas redes municipais de ensino em 2022– apresenta dados sobre o desempenho nos municípios com base na avaliação das habilidades em Português e Matemática dos alunos do 2º, 5º e 9º anos do Ensino Fundamental. A taxa de aprovação dos estudantes em todos os anos também é levada em consideração.

Em um índice medido de 0 a 100, o melhor resultado na média dos 497 municípios foi atingido na etapa de Alfabetização (58,51), seguido dos anos iniciais (50,48) e dos anos finais do Ensino Fundamental (44,99). A média dos municípios no índice geral do Imers ficou em 57,19.

O Imers foi desenvolvido a partir de uma parceria entre a Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG), por meio do Departamento de Economia e Estatística (DEE/SPGG), com a Secretaria da Educação (Seduc) e o Gabinete do Governador.

Além dos resultados do Imers, está sendo disponibilizada a Participação no Rateio da Cota-parte da Educação (PRE) – que indica, na prática, os valores que serão recebidos pelos municípios a partir do critério da educação. Além do Imers, fazem parte da composição da PRE informações referentes a população, número de matrículas na rede municipal de ensino fundamental e número de alunos em situação vulnerável.

A metodologia foi criada em parceria com a Secretaria da Fazenda (Sefaz), e será divulgada nos próximos dias junto aos demais indicadores que formam o Índice de Participação dos Municípios (IPM) – que é calculado pela pasta e estará disponível para consulta.

RS Norte

Noticias Relacionadas