• 28 de maio de 2024

Zanchin entra na reta final da formulação do Marco da Educação

 Zanchin entra na reta final da formulação do Marco da Educação

Os próximos 30 dias serão de revisão final nos projetos que irão compor o Marco Legal da Educação Gaúcha e de articulação junto aos deputados estaduais. Esta é a projeção do presidente da Assembleia Legislativa, Vilmar Zanchin (MDB), que desde o início do ano lidera o Movimento pela Educação — iniciativa da Assembleia que conta com a participação de diferentes atores da sociedade. Em Brasília para discutir ações de reconstrução das cidades atingidas pela enchente, Zanchin aproveitou uma brecha na agenda para um encontro com o ministro da Educação, Camilo Santana.

“Já havíamos conversado anteriormente, quando ele veio a Porto Alegre. Nesta quarta, detalhei ao ministro o status do projeto e convidei para que ele esteja conosco no dia 18 de outubro, em Porto Alegre, quando apresentaremos as propostas à sociedade. O Ceará, que ele governou recentemente, foi um Estado que fez importantes transformações nas últimas décadas e que tem servido de inspiração no nosso trabalho”, comenta Zanchin, que recentemente liderou uma comitiva com outros sete deputados, de diferentes partidos, em uma visita às cidades cearenses de Fortaleza e Sobral.

O deputado conta, ainda, que o ministro demonstrou interesse em saber o que a sociedade relata durante os eventos realizados no interior do Estado.

“Disse a ele que muitas das sugestões que ouvimos vão ao encontro das políticas educacionais implantadas pelo ministério, como a alfabetização na idade certa, as escolas em tempo integral, o ensino profissionalizante e a valorização da carreira docente”, complementa Zanchin.

Ainda em Brasília, o presidente da Assembleia esteve com o ex-ministro Rossieli Soares, atual secretário de Educação do Pará e um dos principais articuladores da criação do Novo Ensino Médio. Rossieli é um dos especialistas consultados com frequência por Zanchin. 

“Além de ministro, o Rossieli foi secretário de três estados (Amazonas, São Paulo e, agora, Pará). Em termos de gestão pública na área da educação, tem uma experiência fantástica, que também tem nos ajudado bastante no momento de identificar prioridades e evitar cair em armadilhas que outros estados caíram e que desviaram o foco da discussão”, relata o presidente da Assembleia. 

O projeto

Zanchin explica que a criação do Marco Legal da Educação tem como principal intenção a construção de uma política pública perene e de Estado para a área, com diretrizes, metas e indicadores a serem perseguidos pelos próximos anos. Entre os eixos do trabalho estão o fortalecimento do regime de colaboração entre estado e municípios, a alfabetização na idade certa, o fortalecimento da carreira docente, o ensino médio integral, a expansão da tecnologia em sala de aula e as ações de financiamento. 

“Estamos em uma fase final junto à equipe técnica, de revisão da redação desses projetos e consulta a segmentos da sociedade. Finalizada esta etapa, começaremos a discussão com os demais deputados e o governo, em busca de consensos”, projeta Zanchin.

Foto: Fernando Canton/AL

RS Norte

Noticias Relacionadas