• 18 de maio de 2024

População de Frederico Westphalen questiona porque não é realizado concurso público?

 População de Frederico Westphalen questiona porque não é realizado concurso público?

Quase 250 contratos emergenciais do Executivo Municipal foram prorrogados por mais seis meses

A cobrança ao Executivo Municipal pela realização de concurso público no município mais uma vez tomou conta das discussões dos projetos de leis no Plenário Hilário Piovesan. Durante a Sessão Extraordinária realizada na terça-feira, 25, três das cinco proposições votadas eram referentes a prorrogações de contratos. “São 247 cargos que aprovamos. Já tínhamos feito isso no início do ano, com uma emenda que limitava o prazo por seis meses, pois a promessa do concurso público era para meados de julho, o que acabou não se concretizando. Somos favoráveis a aprovação destes projetos afim de que haja a continuidade da prestação dos serviços públicos, mas não podemos nos eximir da necessidade de realização de concurso público. Quando estamos falando que está faltando mais de 80 professores em sala de aula, isso não é uma situação excepcional, é uma atividade continua”, ponderou a vereadora do Progressistas, Aline Ferrari Caeran.

De acordo com o líder da Bancada do MDB, Jacques Douglas de Oliveira, o concurso público está na fase de elaboração do edital. “Estive nesta semana na prefeitura e em reunião com a secretária de Administração, Marizete Frozzi, ela nos informou que uma equipe técnica está trabalhando na montagem do edital, que será publicado em breve no jornal”, explicou o edil, que representa a Administração Municipal na Câmara.

Dos 247 cargos emergenciais prorrogados, cinco são técnicos em Enfermagem, 81 professores de Educação Infantil, 25 professores de Séries Iniciais, quatro professores de Português, dois professores de Inglês, 94 monitores educacionais, 26 serventes, cinco secretários de escolas, além um operador de máquinas, um pedreiro, um lubrificador e dois motoristas da Secretaria de Obras.

Concurso público da Câmara de Vereadores

Durante a Sessão Extraordinária também foi aprovada a contratação temporária de uma auxiliar de serviços gerais para a Câmara de Vereadores. De acordo com o presidente, Raul Pazuch da Silva, este cargo estará incluso no concurso público da Câmara de FW, contudo devido alguns entraves será necessária a realização, inicialmente, de um processo seletivo. “Nós já encaminhamos o nosso concurso, mas como não depende só da Câmara e sim do Executivo Municipal, a coisa está devagar. Não é só o concurso, mas várias outras questões estão demoradas, por isso mesmo, então, a necessidade deste concurso público para os poderes serem totalmente independentes”, pontuou o presidente.

RS Norte

Noticias Relacionadas