• 20 de abril de 2024

Pavilhão da Agricultura Familiar na Expodireto supera os R$ 3 milhões em comercialização e estabelece novo recorde

 Pavilhão da Agricultura Familiar na Expodireto supera os R$ 3 milhões em comercialização e estabelece novo recorde

Um dos espaços mais visitados da 24ª Expodireto Cotrijal, o Pavilhão da Agricultura Familiar atingiu R$ 3.133.754,61 em comercialização. O número estabelece um novo recorde na feira e representa um acréscimo de 21,65% com relação ao ano passado, quando foram comercializados o equivalente a R$ 2,5 milhões. A Expodireto se encerrou nesta sexta-feira (8/3), em Não-Me-Toque.

O terceiro dia de evento, quarta-feira (6/8), apresentou o maior volume de vendas, quando foram comercializados mais de R$ 730 mil. Cerca de 100 mil pessoas visitaram o espaço. Na atual edição, o destaque foi a presença das mulheres no pavilhão, que lideraram 138 empreendimentos dos 229 presentes. O número de jovens à frente das agroindústrias também cresceu, com 76 integrantes da juventude rural comandando empreendimentos em 2024. No ano passado, foram 66. O local conta com expositores de 139 municípios do Rio Grande do Sul, dos quais 47 participam da feira pela primeira vez.

O secretário de Desenvolvimento Rural, Ronaldo Santini, celebrou o resultado e apontou os motivos do sucesso do espaço. “A cada pavilhão da agricultura familiar, reescrevemos uma nova história, os nossos produtores trazem produtos que despertam a curiosidade e rememoram receitas de família”, frisou. “O mérito é dos nossos grandes produtores das pequenas propriedades, que superam as dificuldades, se reinventam e trazem produtos de excelente qualidade para o público”, finalizou Santini.

As agroindústrias participantes do Pavilhão da Agricultura Familiar da 24ª Expodireto Cotrijal fazem parte do Programa Estadual da Agricultura Familiar (Peaf), coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Rural e executado pela Emater/RS. Por meio do Peaf, é estimulada a participação dos produtores nos mercados institucionais, são oferecidos serviços de orientação e suporte técnico para regularização sanitária e ambiental e disponibilizados os espaços de comercialização, como é o caso das feiras regionais e estaduais.

 Foto: Vinicius Medeiros/Ascom SDR

RS Norte

Noticias Relacionadas