• 28 de maio de 2024

Passo Fundo: Escola das Profissões já empregou mais de 500 pessoas

 Passo Fundo: Escola das Profissões já empregou mais de 500 pessoas

A Escola das Profissões foi criada pela Prefeitura com o objetivo de oferecer capacitação gratuita para a população e ampliar o acesso ao mercado de trabalho. O programa completou um ano em agosto com mais de 50 cursos realizados, 300 turmas formadas e 2 mil alunos diplomados. Ainda, empregou cerca de 500 pessoas.

Foi com a Escola das Profissões que a Luisiani da Silva conseguiu se profissionalizar e, hoje, é cuidadora de idosos. Logo no início do curso, ela passou a fazer estágio, sendo, posteriormente, contratada na mesma instituição de longa permanência. “Sempre digo que esta profissão foi Deus que escolheu pra mim. Eu cuidei do meu sogro e de uma senhora da igreja. Foi isso que me motivou, mas eu não tinha conhecimento. Então, fiquei sabendo dos cursos da Escola das Profissões, me inscrevi e fiquei muito feliz por ter conseguido, pela pela Prefeitura dar este curso de cuidadora de idosos, porque eu não teria condições de pagar. Gosto muito do meu serviço”, disse.

Conforme o prefeito Pedro Almeida, a Escola das Profissões nasceu a partir de uma avaliação de outro programa municipal: o Café com Emprego. No início dos eventos direcionados a conectar pessoas que estavam procurando trabalho às empresas com vagas disponíveis, identificava-se que inúmeros postos abertos demandavam uma capacitação que o público não apresentava. “Então, também queríamos possibilitar que essas pessoas se preparassem e tivessem uma formação técnica para ocupar essas vagas. Por isso, a Escola das Profissões é mais uma ação da Prefeitura que gera oportunidades e facilita o acesso ao mercado de trabalho”, afirmou.

O programa também é uma alternativa para quem quer progredir profissionalmente, como é o caso do Cristian Born. Em 2022, ele fez o primeiro curso, de assistente de Recursos Humanos a fim de adquirir mais conhecimento e competências técnicas para aplicar na empresa em que já atua. “Fiquei sabendo dos cursos quando uma gestora da empresa colocou no grupo do WhatsApp. Nunca imaginei que eu faria algo ligado a Recursos Humanos, mas gostei muito e aprendi muitas coisas que posso aplicar na empresa. Além disso, fui incentivado pela própria professora a fazer outros cursos. Sei que, conforme a empresa crescer, também poderei crescer aqui dentro”, disse.

3 eixos, que somam mais de 50 cursos
A Escola das Profissões foi dividida em eixos, tendo em vista as demandas de qualificação para atender às exigências do mercado de trabalho. Por isso, é gerenciada entre as secretarias de Educação e Desenvolvimento Econômico.

O eixo 1 busca formar profissionais para o futuro e é voltada para alunos da rede municipal. As atividades são desenvolvidas na sede da Escola das Profissões, que fica na Avenida Brasil, Centro, tendo a parceria da Google.

“Sabemos poucas coisas sobre o futuro. Uma delas é que teremos muitos problemas pra resolver. Por isso, o eixo 1 abrange idiomas, tecnologia das coisas, desenvolvimento de métodos ágeis e design de games”, menciona o secretário de Educação, Adriano Canabarro Teixeira.

O eixo 2 contempla cerca de 40 cursos, nas áreas de Comércio e Serviços, Educação, Estética, Gastronomia, Saúde, Tecnologia e Têxtil. Este é o eixo que reúne a maioria dos alunos e, além de fomentar a inserção no mercado de trabalho, estimula o empreendedorismo.

Já o eixo 3 promove a capacitação de profissionais na área da indústria, construção civil e transporte. Em parceria com o Senai e o Sest Senat, chegará a 20 cursos disponibilizados. De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Diorges de Oliveira, integram essas turmas profissionais, em sua maioria, já empregados, mas que querem se aperfeiçoar com o suporte das empresas. “A Escola das Profissões é gratificante porque conseguimos ver os resultados e as pessoas empregadas. Olhamos para o presente e para o futuro”, pontua.

RS Norte

Noticias Relacionadas