• 28 de maio de 2024

Inadimplência afeta mais de 3,5 milhões de gaúchos

 Inadimplência afeta mais de 3,5 milhões de gaúchos

Dinheiro

Dinheiro

Mais de 3,5 milhões de gaúchos estão inadimplentes. As dívidas somam R$ 18,1 bilhões, com média de R$ 5,1 mil para cada um. Isso representa 38,91% da população adulta no Estado, percentual abaixo do índice nacional, que é de 43,72%. Os números são relativos a julho e fazem parte do Mapa da Inadimplência da Serasa, levantamento mensal que apresenta o cenário de endividamento no Brasil. A maior parte das dívidas no Estado está concentrada em bancos e cartões (29,81%) e em “utilities” (21%), que são contas de gás, água e luz. Nos serviços estão 15,05% dos débitos. Entre as faixas etárias, inadimplentes de 41 a 60 anos compõem 34,2% do universo, seguidos pela população entre 26 e 40 anos (32,7%) e por pessoas com mais de 60 anos (21,2%).

Julho trouxe a segunda retração consecutiva na inadimplência no Brasil. O número, ao atingir 71,41 milhões de brasileiros, significou redução de 34,5 mil pessoas ante o mês anterior. Pela primeira vez, desde junho de 2021, ocorrem duas quedas em sequência nos levantamentos mensais da Serasa. Um dos fatores de impacto foi o total de débitos com bancos e cartões de crédito, que registrou redução de 1,60 ponto percentual, passando de 31,13% para 29,53% nos últimos dois meses. A queda pode estar ligada aos primeiros resultados do Desenrola Brasil, que desde 17 de julho estimula a negociação de dívidas com instituições financeiras. E ainda, em julho, mais de 147 mil acordos foram fechados pelos canais do Serasa Limpa Nome no Rio Grande do Sul. O número de ofertas disponíveis, no entanto, chegava a 18,7 milhões.

CP

RS Norte

Noticias Relacionadas