• 24 de fevereiro de 2024

Frigorífico Mais Frango emite comunicado sobre negociação e anuncia demissão de parte dos funcionários

 Frigorífico Mais Frango emite comunicado sobre negociação e anuncia demissão de parte dos funcionários

O frigorífico Mais Frango, de Miraguaí, emitiu um comunicado, ontem, informando que está negociando um acordo para reduzir o impacto das demissões que serão necessárias em razão do incêndio que destruiu 95% do seu parque fabril, localizado às margens da ERS-330. O sinistro ocorreu no dia 17 de dezembro de 2023.

De acordo com o comunicado da empresa, será necessário demitir uma parte dos colaboradores, já que a reconstrução da unidade é estimada em, pelo menos, 15 meses. A empresa ainda garante que irá reerguer a unidade e se comprometeu em manter parte dos funcionários, além de dar preferência para os que agora serão desligados, em uma recontratação futura.

Participaram das negociações, sindicatos, confederações, entidades públicas e privadas, além de movimentos sociais. Conforme a Mais Frango, há uma força-tarefa regional para auxiliar na reestruturação do frigorífico, fundado em 2007 e que exporta carne de frango para mais de dez países. Até a reconstrução, a empresa está com as atividades suspensas.

A proposta deverá ser apreciada pelos trabalhadores na próxima terça-feira, dia 9 de janeiro.

COMUNICADO

MAIS FRANGO MIRAGUAÍ LTDA., dirige-se à comunidade e aos seus colaboradores para esclarecer que, em razão do incêndio que consumiu mais de 95% do seu parque fabril, e dos evidentes efeitos econômicos desse evento de força maior, vem dialogando com as representações dos trabalhadores (Sindicato, Federação e Confederação), com a representação da Categoria Econômica (SIPARGS), com o Poder Público (Executivos e Legislativos de âmbitos Municipais, Estadual e Federal), bem como com os movimentos sociais de todos os âmbitos para encontrar alternativas que minimizem o impacto do sinistro na vida dos trabalhadores, para garantir a reconstrução do frigorifico e a retomada das atividades no local, o que, segundo levantamentos técnicos iniciais, não ocorrerá antes de 15 meses.

Na tarde de ontem, a Direção da empresa, acompanhada do setor jurídico e de recursos humanos, reuniu-se presencialmente com aquelas representações da categoria dos trabalhadores, com os representantes políticos antes indicados e com as forças sociais referidas anteriormente, com o objetivo de apresentar uma quadro geral das suas atividades que serão mantidas, para indicar o número de colaboradores que permanecerão trabalhando, e para apresentar uma proposta para o desligamento dos empregados que trabalhavam nas áreas que foram destruidas no incêndio.

Após as discussões sobre a proposta apresentada pela empresa, houve a construção de uma proposta alternativa, com sensível redução dos impactos econômicos sobre os trabalhadores que serão despedidos, e com a garantia de que eles terão preferência para recontratação, quando a empresa retomar as suas atividades normais, tão logo haja a reconstrução do frigorífico.

O Sindicato dos Trabalhadores, com apoio da Federação e da Confederação, realizará uma assembleia geral, no dia 09/01/2024, para submeter aos trabalhadores dos setores atingidos no incêndio a proposta construído no encontro que ontem ocorreu. A empresa tem o firme sentimento de que esse momento difícil será superado, e continuará contando com o apoio de todos.

MAIS FRANGO MIRAGUAÍ LTDA

Adelir Weissheimer

Rádio Alto Uruguai/Bombeiros/empresa

RS Norte

Noticias Relacionadas