• 20 de abril de 2024

Executivo apresenta aos vereadores ideia de parceria público-privada para investimentos no Parque da Faguense

 Executivo apresenta aos vereadores ideia de parceria público-privada para investimentos no Parque da Faguense

Objetivo é possibilitar a exploração do local visando o ecoturismo e o turismo de experiência

Considerado um patrimônio do município, o Parque Municipal da Faguense possui inúmeras potencialidades a serem exploradas, que podem incentivar diferentes segmentos turísticos em Frederico Westphalen, dentre eles, o ecoturismo, o turismo de aventura e o turismo de experiência.

Com essa finalidade, o Poder Executivo realizou, em 2021, um levantamento e avaliação do potencial da área do parque, para a viabilidade de produtos específicos a cada segmento. Agora, a ideia, de acordo com a administração municipal, é buscar uma parceria público-privada para investimentos no local.

Essa possibilidade de exploração do parque por meio de concessão foi apresentada aos vereadores do Poder Legislativo de FW, durante uma reunião realizada na segunda-feira, 10, na Câmara Municipal. Além do presidente, Raul Pazuch da Silva, também participaram do encontro os edis Aline Ferrari Caeran, Jacques Douglas de Oliveira, Leandro Mazzutti e Reginaldo Pellegrin. Na oportunidade, o vice-prefeito, João Francisco Vendruscolo, e o secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Alessandro Molossi, explanaram sobre o estudo realizado e opções de atrativos que podem ser exploradas, tais como, as trilhas autoguiadas, parque infantil, sky bike, balanço gigante, cachoeirismo e rapel, arvorismo contemplativo, tirolesa e restaurante.

– Parabenizamos a iniciativa. Essa concessão para esfera privada é a única forma de conseguir explorar o parque, fazer melhorias e ainda ter uma boa contrapartida para o município. Não vejo outra alternativa e nenhum aspecto negativo nisso. Vários municípios já fizeram essa parceria e isso ajudará tornar FW uma referência no turismo. As pessoas vêm para Ametista do Sul e passam por aqui e encontrarão, além da catedral, todos esses atrativos no parque – comentou Aline.

O projeto ou o estudo técnico preliminar sugere ainda, para moradores de Frederico Westphalen, benefício de meia entrada, acordos de cooperação com universidades, escolas, grupos da melhor idade, além de observância da legislação pertinente a isenções e meia entrada para todos os grupos previstos em lei. “Um ponto importante é a manutenção da estrutura e conservação do parque, além de restaurante, estacionamento e demais áreas de apoio necessárias. É previsto ainda um espaço para as manifestações religiosas”, detalhou Molossi.

Ideia será apresentada a demais segmentos da comunidade

Segundo o vice-prefeito, a ideia ainda será apresentada à Associação Empresarial, à Fundectur, ao Sicredi, que desenvolveu um Projeto de Turismo Regional, e à comunidade em geral. A partir daí será elaborado um modelo de concessão buscando atrair empresas com experiência e dividir o processo de licitação em duas etapas, a fase do projeto e a fase de execução.

RS Norte

Noticias Relacionadas