• 10 de dezembro de 2023

Escuta Social é porta de entrada para os Programas Habitacionais

 Escuta Social é porta de entrada para os Programas Habitacionais

PMC DIVULGAÇÃO

A Escuta Social, serviço oferecido pela Secretaria Municipal do Desenvolvimento Urbano e Habitação (SMDUH), é a porta de entrada para o acesso aos Programas Habitacionais. Além disso, o atendimento da assistente social verifica outras necessidades para a população que se encontra em vulnerabilidade social, que são encaminhadas para as secretarias e órgãos responsáveis. Mais de 50 pessoas são atendidas mensalmente.

Durante a entrevista, é verificado o contexto social da família e suas condições de habitação (se tem saneamento básico, se está em local de risco e outras informações). Um exemplo é que, muitas vezes, as pessoas chegam até a SMDUH precisando de uma casa, mas acaba sendo constatado que essa necessidade vem da violência doméstica sofrida em casa. Então, o encaminhamento é para o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), para um atendimento especializado a pessoas que vivenciam situações de violência.

Em outros casos, se for identificado que o cidadão precisa de alimentação, a orientação segue para as secretarias que possuem entregas de cestas básicas. Muitas vezes é verificado junto aos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), para verificação da possibilidade da concessão do benefício, e um relatório social é encaminhado ao órgão.

A partir de toda a análise das situações que chegam até a Secretaria, é feita a indicação das famílias para uma lista de espera de Empreendimentos Residenciais. Segundo a assistente social, Thyelle Fonseca, que possui 12 anos de experiência no atendimento ao cidadão, somos seres múltiplos, portanto, com demandas múltiplas. “Dificilmente um munícipe chega nos serviços oferecidos pela Administração Municipal somente com uma demanda”, explica Thyelle.

A Escuta Social demonstra a importância do trabalho em rede e a forma como a Administração Municipal atende a população. A SMDH é um órgão que cuida da cidade, mas também cuida das pessoas. “O acesso à informação é um direito básico que muitas pessoas desconhecem. Então, quando fazemos um atendimento, mesmo quando não há possibilidade de encaminhamento para programa habitacional, a pessoa em várias situações fica satisfeita, porque sai atendida em outras demandas. Percebe o movimento da rede em outras esferas.”, relata a profissional.

Como agendar

Para agendar o atendimento de Escuta Social, é necessário ir até a sede da SMDH, no endereço: Rua Monte Castelo, 340, bairro Nossa Senhora das Graças. O agendamento também pode ser feito por telefone: (51) 3425-7630 (ramais 5728, 5723, 5713).

Os canais de auxílio direto ao cidadão, como o Prefeitura Aberta, o Prefeitura na Estação, Prefeitura Presente e Prefeitura na Rua, também encaminham as pessoas para os serviços da Secretaria.

Escritório de Comunicação – PMC

Agostinho Piovesan

Noticias Relacionadas